Oito meses sem a Academia de Polícia Militar. Saiba o que mais Parnaíba perdeu


Certamente 2015 ficará marcado como um ano de perdas para a sociedade parnaibana. O ano mal começou e sem nenhum comunicado e de forma irregular, de madrugada, os equipamentos da Academia de Polícia Militar do Piauí foram retirados e levados para Teresina, encerrando dessa forma as atividades da instituição no litoral. Na capital, a informação é de que os futuros oficiais são obrigados a seguir o curso em um local improvisado e sem estrutura. Eles dormem em colchões no chão e não há restaurante.

O vereador Carlson Pessoa lidera uma luta no Legislativo Municipal na tentativa de reverter a decisão do governador Wellington Dias (PT). “Nossos oficias estão sendo tratados de forma desumana. Até a comida, o elemento mais básico, é improvisado. São servidas quentinhas. A Academia foi tirada de Parnaíba por puro capricho do governador Wellington Dias, sob o olhar complacente do prefeito Florentino Neto, mas não vamos nos calar diante dessa atrocidade porque o desenvolvimento desses profissionais está seriamente comprometido. É uma questão de segurança pública”, afirma o líder da oposição no litoral.


Com a Companhia de Águas e Esgotos do Piauí (Agespisa), o jogo se repetiu. Mesmo sob protestos, a Superintendência da empresa foi transferida para Piripiri. Nas áreas educacional, econômica, de meio ambiente e transporte, somam-se mais prejuízos. A única biblioteca pública da cidade foi fechada, afetando seriamente a educação de crianças e jovens, principalmente das classes mais pobres que dependiam do espaço e materiais disponíveis para pesquisa. Por pouco o Centro de Ensino de Jovens e Adultos Jonas de Morais Correia (Ceja), também não foi na leva. O antigo Supletivo só ficou após pressão de professores, servidores e alunos.

A possível suspensão de voos da Azul Linhas Aéreas Brasileiras é outro pesadelo que passou a tirar o sono de muitos passageiros. A venda de passagens ficou suspensa por um mês e depois de muita confusão sobre a permanência ou não da Azul na cidade, as passagens voltaram a ser vendidas hoje (03/11) para a alta temporada. Agora a grande dúvida é se a malha aérea que compreende Parnaíba será reativada em definitivo.

Lagoa do Portinho

E o que dizer da Lagoa do Portinho? O maior cartão postal do Piauí enfrenta uma situação dramática sem nenhuma intervenção séria dos gestores públicos. Um comitê de fiscalização chegou a ser criado durante audiência pública na Câmara Municipal convocada no início do ano pelo vereador Carlson Pessoa. No entanto, nenhuma medida foi tomada para evitar a seca do lago.

Por Luzia Paula. Fotos: Gleitowney Miranda / Ascom

Oito meses sem a Academia de Polícia Militar. Saiba o que mais Parnaíba perdeu Oito meses sem a Academia de Polícia Militar. Saiba o que mais Parnaíba perdeu Reviewed by Redação on 11:38 Rating: 5

Nenhum comentário:

Imagens de tema por Jason Morrow. Tecnologia do Blogger.