Marcelo Castro afirma que "só sai amarrado" do Ministério da Saúde


Além de Castro, Kátia Abreu (Agricultura) e Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) já sinalizaram que não estão de acordo com a decisão do partido e devem permanecer na base governista.

O Ministro da Saúde Marcelo Castro é um dos três ministros do PMDB que resistem em entregar os cargos após o rompimento do partido com o Governo de Dilma Rousseff. Ele teria dito a políticos que do ministério “só sai amarrado”, de acordo com matéria publicada no O Globo, nesta quinta-feira (31). 

Além de Castro, Kátia Abreu (Agricultura) e Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) já sinalizaram que não estão de acordo com a decisão do partido e devem permanecer na base governista. Kátia chegou a dizer no twitter que continuaria no governo e no PMDB “no enfrentamento da crise”. E deixou claro que sairia da pasta caso a presidente resolvesse substituí-la por outro aliado. 

Marcelo Castro, Kátia Abreu e Celso Pansera. Imagem: Época Negócios/ Valter Campanato

O posicionamento dos pmdebistas pode atrapalhar a reforma ministerial que o Palácio do Planalto pretendia concluir até o fim desta semana, recompondo a base aliada na tentativa de desaprovar o processo de impeachment. 

Ontem (30), Marcelo Castro e Celso Pansera estiveram reunidos com a presidente. Após a reunião, durante conversa com outros políticos, Castro afirmou que “só sai amarrado” do cargo. Parlamentares do PMDB que ainda estão indecisos quanto ao impeachment avaliam que a direção do partido agiu precocemente, já que não há garantia de um placar favorável ao impeachment na Câmara.

Fonte: GP1
Marcelo Castro afirma que "só sai amarrado" do Ministério da Saúde Marcelo Castro afirma que "só sai amarrado" do Ministério da Saúde Reviewed by Redação on 17:08 Rating: 5

Nenhum comentário:

Imagens de tema por Jason Morrow. Tecnologia do Blogger.