Mãe tenta jogar filho da Ponte JK para chamar a atenção do ex-marido em Teresina


Sargento que estava na operação informou que a acusada foi encaminhada à Central de Flagrantes, mas logo em seguida foi liberada pela delegada

Por volta das 13h desta quarta-feira (13/07), a Força Tática do 1º Batalhão da Polícia Militar do Piauí (1º BPM) conseguiu impedir que uma mulher, identificada como Lidiane, jogasse seu filho de 4 anos da Ponte Juscelino Kubitscheck (Ponte JK), que liga o centro de Teresina à zona leste da capital e corta um trecho do Rio Poty. A equipe responsável pelo caso afirmou ao O Olho que a intenção da mãe, além de levar a criança a óbito, era suicidar-se.

Lidiane estava falando com o ex-marido pelo celular, quando populares perceberam sua intenção de se jogar da ponte e tentaram impedir a ação da mulher. Minutos mais tarde, chega Antônio Francisco, pai do menino e vítima das chantagens da sua ex-esposa. Em seguida, chegou ao local a guarnição do 1º BPM, após chamado do Centro de Operações Policiais Militares (Copom).

A mulher foi encaminhada para a Central de Flagrantes, mas a delegada disse que para aquela situação não cabia nenhum procedimento, informa o sargento Eduardo Braga, comandante da operação. “Levamos a mulher à Central de Flagrantes, mas a delegada informou que isso não cabia nenhum procedimento, exceto que os envolvidos fossem ao Conselho Tutelar reclamar a guarda do menino”, disse ao O Olho.

CHANTAGENS RECORRENTES

O sargento explicou que as chantagens de Lidiane são recorrentes, conforme acusação do ex-marido à polícia. “O pai do menino disse que ela sempre faz esses tipos de ameaças, pois nunca aceitou o término da relação. Ele ainda informou que vai pedir a guarda definitiva da criança e que tem vídeos que comprovam a ação da mulher”, completou.

Lidiane, Antônio Francisco e a criança moram no bairro Ilhotas, nas proximidades do centro de Teresina. O pai e a mãe foram levados à delegacia e esperaram seus familiares para que fossem liberados. O menino ficou sob a guarda do pai e todos serão encaminhados ao Conselho Tutelar para que o conflito seja solucionado. O PM ainda ressaltou que após a mulher ter se acalmado, ele pode perceber que a intenção da acusada foi somente para “chamar a atenção do ex-marido” e não para, efetivamente, cometer um crime.

Fonte: O Olho
Mãe tenta jogar filho da Ponte JK para chamar a atenção do ex-marido em Teresina Mãe tenta jogar filho da Ponte JK para chamar a atenção do ex-marido em Teresina Reviewed by Redação on 09:42 Rating: 5

Nenhum comentário:

Imagens de tema por Jason Morrow. Tecnologia do Blogger.