MP apura irregularidades nos repasses da Secretaria de Saúde do Estado



O Ministério Público do Estado instaurou procedimento administrativo a fim de apurar irregularidades nos repasses de cofinanciamento da Atenção Básica do Estado do Piauí para os Municípios e adequar o pagamento das parcelas mensais devidas. A falta desses recursos prejudicam o bom atendimento das UBS dos municípios levando a população a cobrar do prefeito. 
Um Relatório do Departamento Nacional de Auditoria do SUS, concluiu que a SESAPI, nos exercícios de 2016 e 2017, não repassou aos municípios haveres que totalizam R$ 32.820.888,97 (trinta e dois milhões, oitocentos e vinte mil, oitocentos e oitenta e oito reais e noventa e sete centavos) relativos ao cofinanciamento das ações e serviços de saúde do SUS, destes R$ 24.496.719,35 (vinte e quatro milhões, quatrocentos e noventa e seis mil, setecentos e dezenove reais e trinta e cinco centavos) atinentes à Atenção Básica. 
O relatório também apontou que não foram repassados recursos estaduais aos municípios, entre 2016 e 2017, para financiamento de Programas/Projetos Estaduais vinculados à Atenção Básica, construção, ampliação, reforma e/ou aquisição de equipamentos para as UBS dos municípios. 
O atraso nos repasses de cofinanciamento da Atenção Básica, Assistência Farmacêutica, SAMU, CEO e Laboratório de Próteses, conforme informações extraídas do Ofício nº 70/2018 - COSEMS/PI, do dia 11/06/2018, e seus anexos, que demonstram ainda que, até o mês de abril do corrente ano, a Secretaria do Estado do Piauí (SESAPI) havia deixado de repassar aos municípios piauienses o importe de R$ 6.310.031,14 (seis milhões, trezentos e dez mil, trinta e um reais e catorze centavos). 
De acordo com a auditoria, o atraso persistiu nos meses seguintes, de modo que a SESAPI não havia realizado nenhum repasse (dados atualizados até o dia 04/07/2018). 
O cofinanciamento é de responsabilidade do Governo do Estado para aplicação na área de saúde dos municípios do Piauí, visto que os recursos financeiros transferidos aos municípios são oriundos do Tesouro Estadual e repassados na modalidade fundo a fundo em parcelas mensais. Atualmente a SESAPI está sendo gerida pelo ex-prefeito de Parnaíba, Florentino Neto.
MP apura irregularidades nos repasses da Secretaria de Saúde do Estado MP apura irregularidades nos repasses da Secretaria de Saúde do Estado Reviewed by George Silva on 09:41 Rating: 5

Nenhum comentário:

Imagens de tema por Jason Morrow. Tecnologia do Blogger.